Monthly Archives: November 2013

Provavelmente não o que você estava esperando

O menos conhecido de todos os rostos do Doutor conseguiu, hoje, deixar todo o fandom completamente pirado. Sério. Quem não teve vontade de arrancar o próprio couro cabeludo ao ver aparecer, no começo do mini episódio The Night of The Doctor (um prelúdio para o especial de 50 anos que vai ao ar semana que vem), Paul McGann, o oitavo Doutor? Eu, pelo menos, até agora não consegui me recuperar. Depois de meses de enganações, enrolações e até mentiras por parte da equipe do Doctor Who, insistindo várias vezes que nenhum dos Doutores clássicos teria participação nos especiais de aniversário, foi uma grande piscada para os fãs a primeira fala dele ser justamente: “Eu sou um doutor, mas provavelmente não o que você estava esperando”.

Quando eu fiquei sabendo que o especial iria girar em torno da Time War e que apareceria um “Doutor Renegado” (agora War Doctor), uma vida do personagem entre o 8th e o 9th, fiquei pensando como seria legal ter o McGann de volta para fazer a regeneração. Porque ficaria um pouco forçado se simplesmente jogassem um rosto novo para o personagem, essencialmente um personagem novo, sem dar um jeito de conectar ele com os que já conhecíamos. Ficaria difícil aceitar ele como parte da história do Doutor, se ele não tivesse uma cena como essa no fim dos quase sete minutos do mini episódio. E, claro, ainda foi uma chance de vermos um pouquinho mais do 8th que, apesar da grande carreira nos audio dramas, teve somente um filme pra televisão (na verdade, um piloto para um série que não deu certo). E aí, o mais escondido e desconhecido de todos os Doutores, hoje esteve sob todos os holofotes e recebeu muito reconhecimento pela sua interpretação do personagem, o que me deixou bem feliz, porque, apesar da qualidade duvidosa do filme que protagonizou, não tem como não gostar e querer mais do 8th graças ao trabalho brilhante do Paul McGann.

Eu queria que ele aparecesse no episódio especial (talvez até apareça, vai saber), mas concordo com o Moffat quando ele diz que não consegue ver o 8th lutando na Time War como um guerreiro. Bom, pra falar a verdade, eu fico feliz com a criação de um Doutor ‘Warrior’ justamente porque não me agrada nenhum dos 11 Doutores ser um soldado em uma guerra. O que eu mais gosto no personagem é que ele, apesar de ter atitudes questionáveis em alguns momentos (o que o torna mais interessante, porque ele está longe de ser perfeito), é um herói que condena a violência. Então, faz perfeito sentido que, para se tornar a pessoa que poderia lutar na maior guerra de todo o universo, ele abandonasse tudo o que era, que mais acreditava e prezava, e se tornasse um guerreiro capaz de cometer o genocídio de duas raças. E a história fica ainda mais bonita, e trágica, ao lembrar que, uma vez acabada a guerra, ele decidiu esconder por vergonha a sua vida como Warrior. Sei que tem muita gente que reclama de mudanças na história da série (essas que mexem com o passado ‘clássico’), mas eu acho que toda a trama do episódio de 50 anos vai dar muito mais profundidade ao personagem e deixar ele ainda mais trágico e complexo, e fico muito feliz de tudo isso ter começado a linda surpresa que foi a aparição do 8th.

Ps: Hoje, dia 14, também é aniversário do McGann! Então deixo aqui meus parabéns e 8 vezes mais felicidades e conquistas em sua vida! Obrigada!

Tagged , , , ,