Monthly Archives: November 2016

Nem o Doutor pode arrumar essa merda

Eu pretendia fazer algum comentário sobre a situação terrível em que o mundo se encontra e o abismo que parece ser nosso único caminho, mas acho que essa imagem é o suficiente para resumir toda a situação:

doctor4


Sobre o que estou ouvindo: Finalmente ouvi o Ruminations, álbum novo do Conor Oberst e o efeito foi uma versão intensificada do que a música dele costuma fazer comigo (não importa o projeto para o qual ele esteja compondo). Fiquei impressionada com a beleza e a paixão que ele coloca tanto na voz quanto nas próprias letras que canta. E fiquei triste. Porque as músicas do Conor Oberst, até quando positivas, possuem uma sombra de melancolia que não pode ser fingida ou copiada. Nesse álbum novo, o que se escuta é apenas a voz acompanhada de piano, violão e gaita, dando uma impressão de solidão tão forte que achei impossível escutar o cd inteiro de uma vez só.


Sobre o que estou lendo: Comecei a ler Atlas de Nuvens, do David Mitchell. Ainda estou no começo, portanto as loucuras que eu sei que existem na história ainda não começaram a acontecer. Do David Mitchell, eu já li Menino de Lugar Nenhum e não estou achando as duas obras nem um pouco parecidas. Engraçado como aquele comentário do Jonathan Franzen sempre faz sentido quando leio várias obras de um mesmo autor: alguns escritores contam sempre a mesma história, outros contam uma história diferente a cada livro. O Franzen se coloca no primeiro grupo, e eu acho que o Mitchell está no segundo.


Sobre o que estou assistindo: A segunda temporada de Supergirl está cada episódio melhor. Eu já gostava muito da série desde a primeira. Sim, eu sei que o começo é difícil e a série demora para achar seu ritmo e ficar boa de verdade. Alguns pontos fracos, aliás, só foram arrumados agora na segunda temporada (outros, como os vilões serem esquecíveis em 90% do tempo, ainda persistem). Mas eu sempre achei que a sensação de ver Supergirl era a mesma de receber um abraço de alguém que você gosta muito, por isso não demorou para que eu virasse fã. Minhas expectativas pra a segunda temporada foram superadas em muito já, e pelo que dá pra perceber, a tendência é só melhorar.

Tagged , , , , , , , , ,