SuperSisters

Eu tenho uma irmã mais velha que é a minha melhor amiga. Desde pequenas somos muito apegadas, ao ponto de que eu tenho certeza de que se um dia eu matar alguém, ela vai se livrar do corpo para mim (uma piada interna nossa que surge quando precisamos nos livrar de algum inseto). Obras de ficção sobre irmãs sempre me emocionam mais profundamente, me fazem chorar mais fácil e me tocam sem precisar de muito esforço, mas acho extremamente difícil encontrar exemplo em que esse relacionamento tão profundo, verdadeiro e complexo é representado de forma realista.

Recentemente, encontrei dois exemplos que tem algumas coisas em comum: ambos saíram de seriados de super-heroínas e ambos são sobre irmãs adotadas. Se você assiste séries do tipo, já deve imaginar que estou falando de Jessica Jones e Supergirl.

Eu já comentei aqui uma vez (se não me engano) que esses dois seriados não poderiam ser mais diferentes (e que existe espaço e publicado para os dois, então não tem que ter essas besteiras de comparar), mas esses detalhes que as obras tem em comum me levam a pensar que não vemos mais relacionamentos de irmãs simplesmente pelo fato de que a maioria das séries possui um elenco masculino mais e a maioria das personagens femininas acaba com uma narrativa ligada a algum personagem homem ao invés de outra mulher.

No caso de Jessica Jones e Supergirl, existe uma escolha consciente por parte dos criadores de que o relacionamento mais importante da vida de suas protagonistas seja com sua respectiva irmã adotada. O coração das duas séries está no amor que existe entre estas irmãs.

É só olhar os episódios finais das primeiras temporadas das duas séries e comparar o clímax emocional: em Jessica Jones, Jessica enfrenta o vilão tendo Trish, sua irmã, como apoio e, no momento mais crucial, diz que a ama; em Supergirl, Kara decide se sacrificar para salvar a Terra e escolhe se despedir apenas de Alex, sua irmã, fazendo-a prometer que vai ser feliz e terminando dizendo que a ama. Nos dois casos, o momento de declaração de amor é reservado para a irmã, que é o apoio nos momentos de ação e nos momentos emocionais durante toda a narrativa.

Ainda assim, o que torna esses dois relacionamentos especiais, ao meu ver, é que ele foge do conhecido trope das irmãs que são rivais e também de uma idealização irreal de convivência perfeita. Jessica e Trish brigam, discordam, ficam sem se falar, mas sabem que são o único porto seguro que possuem no momento mais crucial. Entre Kara e Alex existe um ressentimento e ciúmes que são resultado natural da forma como uma entrou na vida da outra, mas esses sentimentos são discutidos e trabalhados de forma realista e doce durante a narrativa.

(aqui estão os momentos comentados)

Eu espero que outras séries tomem isso como exemplo e comecem a explorar não apenas relacionamentos de irmãs, mas vários outros tipos de relacionamentos entre personagens femininas que acabam sendo esquecidos. Por exemplo, escutei um episódio do podcast sobre Doctor Who Verity em que o tema era o Doutor se regenerar numa mulher. Em determinado momento da discussão, uma das participantes (todas são mulheres) comentou que achava que o Mestre viraria uma mulher antes (o que realmente aconteceu), o que levou todas elas a pensar que um relacionamento entre regenerações mulheres destes personagens seria algo original e pouco explorado por obras de ficção.

Estamos acostumados a ver dois homens que se conhecem há muito tempo, são amigos, acabam ficando de lado opostos e se tornam inimigos (Professor X e Magneto são outro exemplo), mas quando duas mulheres tem essa relação de “amizade/inimizade”, normalmente é por causa de uma disputa por homem. Isso é triste, porque as possibilidades são muitas, já que, independente de gênero, todo ser humano é profundo e capaz de manter relações complexas com todos ao seu redor.

Enfim, tudo isso foi para dizer que eu me sinto muito feliz em ver Jessica Jones e Supergirl representando tão bem o que é uma relação entre irmãs. Mais, por favor!

Advertisements
Tagged , , , , , ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: